O que há de específico na comunicação das marcas voltadas à responsabilidade socioambiental?

Quando nos referimos às marcas voltadas à responsabilidade socioambiental, estamos falando de marcas de terceiro setor ou mesmo marcas que tenham um propósito voltado a gerar impactos socioambientais positivos, como negócios sociais, por exemplo.


Após trabalhar com diversas marcas de institutos e fundações vinculadas a grandes instituições, como o Instituto Renault, a Fundação Boticário e o Fundação Copel, atender marcas do terceiro setor passou a ser não apenas uma especialidade, mas algo que nos inspira e orgulha.


Diferente de uma marca que tem como principal finalidade gerar lucro, essas têm um grande foco na geração de impactos socioambientais. Mas o que muda na comunicação dessas marcas?




Vamos listar aqui alguns pontos que fazem toda diferença na hora de pensar a comunicação dessas marcas:


- Ter um DNA de marca bem construído: é fundamental que os valores, o propósito e a cultura dessa marca de modo geral, esteja muito clara para todos que a comunicam.

- Termos permitidos e proibidos: é necessário um cuidado especial com termos na hora de comunicar essas marcas. Cada palavra que elas “dizem” importa. Por isso, ter guides textuais auxilia muito no processo de construção das mensagens e evita erros.

- Atenção não apenas a “O QUE” está sendo comunicado, mas também no “COMO”: A comunicação deve representar os valores, então não faz sentido para uma marca que trabalha para trazer impactos ambientais positivos, gerar uma quantidade enorme de resíduos em ações de comunicação. Será que não é possível reutilizar aparas de outras produções na hora de construir brindes, por exemplo? É um tipo de raciocínio necessário em casos como esses.

- Precisa refletir ações reais da instituição: nunca comunicar coisas que não estão sendo executadas na prática (claro que isso vale para qualquer marca, mas essas em especial têm uma responsabilidade muito grande na comunicação das suas ações, atitudes e posicionamentos frente a pautas relevantes).


Confira alguns cases criados pela Yup para marcas como essas:

Case Fundação Boticário - Reserva Natural Salto Morato

Case Instituto Renault

Case Fundação Copel