Por que um produto precisa de um posicionamento?

12/08/2016

Esse é o primeiro de uma série de posts que estamos iniciando com dúvidas comuns sobre o universo das marcas, design, posicionamento e por aí vai...

 

Então vamos à primeira: Mas afinal, por que um produto precisa de um posicionamento?

 

Um produto não é só um produto. Para a empresa ele é também um veículo disseminador do valor de marca, seu sucesso automaticamente alimenta o prestígio de marca fabricante. Essa transferência de valor se dá de diferentes formas de acordo com a estratégia da empresa e seu sistema de arquitetura de marcas.

 

Por exemplo, se for descoberta uma falha grave no produto Microsoft Office e isso vier à tona publicamente, certamente a marca Microsoft sofrerá algum respingo na imagem também, ficando com uma mancha por algum tempo. A forma de remediar esta mancha dependerá muito de como é o relacionamento da marca com o consumidor, o nível de credibilidade existente ditará o aceite ou não de uma retratação.


Já se for encontrado algum objeto estranho numa cartela do produto Tylenol, o fato dificilmente afetará a imagem da empresa Johnson & Johnson, sua fabricante. Não faz parte da estratégia para este produto, criar uma associação direta entre a marca mãe Johnson & Johnson e a marca do produto Tylenol.

 

Ou seja, o desempenho do produto é fundamental para gerar valor à marca da empresa. E um posicionamento de marca claro, uma gestão de marcas bem feita, irá potencilizar o valor da marca fabricante e também pode auxiliar em momentos de stress envolvendo produtos e serviços, fazendo proveito do relacionamento já estabelecido com o consumidor.

 

 

 

 

Please reload